Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

o que dizem as sombras?



setembro, 2011

O cais persistente- 2

                                                                                     setembro 1987

domingo, 27 de novembro de 2011

O Cais persistente

                                    Há coisas no cais que não mudam.

                                                                                                         outubro 1991

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O Cais reiterado- 2

                                                                                                   setembro de 1987

domingo, 20 de novembro de 2011

O Cais reiterado


          Em 1987 orbitei o cais, com um tema na cabeça: coluna, peão, embarcação. Muito glosei este tema!

                                                                                        setembro 1987

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

guents dy rincon


novembro, 2011

O Cais: o começo

                                                                                            2 de janeiro de 1985

quarta-feira, 9 de novembro de 2011



            Chama-se Daniel e conhecemo-lo no Cais, em Maio, quando esteve em Lisboa. Gosta de fotografia, como nós; gosta de pessoas, como nós; e gosta de fotografar as pessoas de perto, como os melhores de nós. Tem já obra vasta, que pode ser vista aqui:  http://www.flickr.com/photos/daniel-brianc/sets/72157627932561121/
            Mostrou-nos o que faz e gostámos; daí que, quando pensámos abrir as colunas deste blogue (hoje em dia, uma referência) a colaborações externas, decidimos que ele era a melhor opção, para começar: sabe preencher o retângulo, sabe dosear (e distribuir) pretos e brancos, sabe pensar e ver geometricamente, é o que é. E não esqueçamos que “ninguém consegue entrar aqui se não for geómetra”. Alguém aí sabe quem disse isto? Aposto que o Daniel sabe.

            Il s’appelle Daniel et on s’est connus au Quai, en mai, lorsqu’il était à Lisbonne. Il aime la photo, comme nous ; il aime les gens, comme nous ; et il aime photographier les gens de tout près, comme les meilleurs parmi nous. Il a une œuvre assez vaste, qu’on peut voir ici :
Il nous a fait voir ce qu’il fait et on a bien aimé ce qu’on a vu. Voilà pourquoi, quand on a pensé à ouvrir ce blog (aujourd’hui, une référence) à des collaborations externes on a décidé qu’il serait le premier choix: il sait remplir le rectangle, il sait doser (et distribuer) les noirs et les blancs – bref, il sait penser et voir géométriquement. N’oublions pas : « nul ne peut entrer ici s’il n’est pas géomètre. » Y a-t-il quelqu’un là qui sache qui a dit ça ? Je parie que Daniel sait, lui.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Mais cronologias- 6

                                                                                            junho 2011

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Mais cronologias- 5

                                                                                                              junho 2011

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Como bem usar uma Leica (VII)

Outubro 2011

Mais cronologias- 4

                                                                                                          junho 2011