Número total de visualizações de página

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Eis a última foto do AC, recém - chegado da Photo España onde, com a sua contumaz gentileza, levou a cabo algumas ações de formação sobre a moderna imagem afro-europeia destinada aos fotógrafos ali presentes.


14 comentários:

Harvey disse...

E não é que esta merda está boa?! Até eu fiquei sem palavras, foda-se!

Jonas Chateaubriand disse...

Photo España ou Photo Brandoa, caro AC? Parece-me um palco menos ao arrepio das suas qualidades (a julgar pela sua produção - digamos - estética) pedagógicas...

AC, recém chegado da Photo-Tr óia disse...

Apanhou sol a mais na tola. Se o virem passar na avenida, mudem de passeio e deixem-no ir...

A desavergonhada disse...

Alguém que explique a definição de "boa", sff...

AC, completamente, disse...


"Boa", para alguns é: mamuda, sardenta, pouco contrastada e sem joanetes.

A gémea da Lali disse...

Boa...

Agora, falando em termos fotográficos, sff

Jonas Chateaubriand disse...

Penso que a melhor definição de "bom" ("boa", para o caso) ainda é a de Blohm&Voss, "Angst Kunstes und Luftwaffe"(1946): o que não tem correspondente literal e só pode ser referido metaforicamente.

Harvey disse...

Mamuda, sardenta, pouco contrastada e sem joanetes? Ó AC, quando quiseres ser feliz, pede-me o contacto da minha tia Felícia!

AC, único, disse...

Já o tenho há montes de tempo. E a sua sobrinha, de tão fogosa, excede as minhas expectativas iniciais. Mas que mimo!

Harvey disse...

É, não é? Estamos fartos de dizer à miúda que, com aquela queda para o broche, devia começar era a levar dinheiro.

Lali disse...

Com conversas (se é que se podem chamar assim...) destas, pergunto-me o que me faz voltar aqui...
Não (me) percebo!

AC, A todo o pano, disse...


És horrível, Harvey! E eu ainda hei de ver-te todo desdentado, com um ou dois incisivos negros, gengivas mal cheirosas, polvilhado de manchas faciais de palhaço sifilítico, a arfar como uma vaca, e a chupar umas beatas de segunda mão encontradas no Cais.

Aliás, a tua decrépita e insolente linguagem já deixa antever o quer se avizinha: um
Júlio de Matos com paredes devidamente almofadadas.

E por mais que te queiram os amigos, não esperes por visitas nossas como as da Lali e minhas.

Antes, aproveitaremos o horário das visitas para snifarmos uns charros, tantos quantos bastem até ao pôr do sol, de perna cruzada e a sonhar com a foto que cada um de nós pensa publicar no " Olhares"

Harvey disse...

A resposta que merecias é "Chupa-mos!" - mas deixa-me cá calar, não vás levar-me a sério...

Lali disse...

...